Entenda alguns dos fatores que definem o Payback da sua instalação solar fotovoltaica


O investimento em geração própria de energia elétrica não faz entrar dinheiro na sua conta, ela faz o dinheiro não sair dela!


Todo mês o valor que você pagaria na sua conta de energia pode ser até 95% menor do que o valor pago antes do sistema instalado e esse dinheiro que você não precisa gastar é estimado para calcular o seu Payback.


Mas se instalarmos 2 sistemas iguais (mesmo valor investido e potência instalada) em estados diferentes, o tempo de Payback dos dois será igual?


As chances são de que isso é quase impossível acontecer. Mas porquê?


Primeiramente, como o valor economizado depende da energia que seu sistema produziu ele está diretamente relacionado com a irradiação do local. Se você está na Bahia e depois vai em Santa Catarina perceberá, se observar durante tempo suficiente, que na Bahia a irradiação é maior e, portanto, gerará mais energia. Lugares que não tem muito tempo com irradiação direta do sol geram menos, e isso é intuitivo por se tratar de tecnologia que utiliza o sol.


Outro fator é o valor pago pelo KWh na sua região, quanto maior o valor mais rápido o sistema irá se pagar. Os clientes do grupo B são os que apresentam os maiores valores de KWh. O grupo B é composto por todas as residências, comércios de pequeno e médio porte e outros (rural, iluminação pública, etc). Para os clientes da EDP no ES o valor pago gira em torno de R$0,75. Ainda devem ser levados em conta as bandeiras tarifárias que aumentam o valor pago e os reajustes no valor da conta. No ES o valor para os clientes do grupo B aumentou 16,30% em 2018 e vai continuar aumentando. As pessoas que adquirem um sistema instalado estão mais protegidas desses aumentos e das bandeiras tarifárias já que você também produz energia.


Outro ponto que deve ser observado é o custo por KW instalado. Se um sistema de 4,32 KW instalado custa hoje algo em torno de R$24.000,00, o custo por KW instalado é de 24.000,00/4,32 = 5.555,55. Para um sistema maior de 19,20 KW o custo instalado hoje é algo em torno de R$77.000,00, o custo por KW instalado é de 77.000,00/19,20 = 4.010,41.

E o que podemos entender desses custos por KW instalado? Quanto maior o sistema, menor o valor que você tem que gastar por KW instalado, nesse caso é 27,8% menor. Mas lembre-se que estamos falando do grupo B.


Outro fator muito importante que influencia na sua geração é o seu telhado. O tipo de telhado em si não tem muito importância para a geração, o que importa é a angulação do telhado e a direção que ele está apontado. O ideal para nossa região é que o telhado esteja voltado para o norte com uma inclinação de 20°.

Os módulos não devem ser instalados com inclinação menor que 10° pois irão acumular sujeira e comprometer consideravelmente a geração. Se seu telhado está voltado para outra orientação que não seja norte ainda é possível gerar, basta acrescentar um certo número de módulos no sistema para compensar a menor irradiação direta. Telhados que estão voltados para o sul (que seria o pior caso) perdem em média 20% da geração e, portanto, devem ter em média 20% a mais de módulos.


Outro ponto que deve ser levado em conta é o acréscimo de valor na residência após instalar um sistema solar fotovoltaico. Em média o valor acrescido é de 3% do valor do imóvel devido a ele estar apto a geração de energia elétrica pelo sol.


Então, para resumir os principais pontos que devem ser observados para entender o tempo de Payback do seu sistema são:


  • ·       Irradiação do local (o ES é privilegiado com sol abundante);
  • ·        Valor pago pelo KW (no ES é em torno de R$0,75 por KW);
  • ·        Custo por KW instalado (geralmente quanto maior o sistema melhor esse parâmetro);
  • ·        Orientação e angulação do telhado que será instalado o sistema (dependendo da orientação devem ser adicionados módulos extras);
  • ·        Valor acrescido no valor da residência (aumento de 3% em média no valor da residência).

Esses são alguns dos principais pontos analisados para estimar a viabilidade de uma instalação em sua residência ou comércio. Juntando esses pontos com as centenas de instalações que já fizemos no ES, o tempo de retorno do investimento é entre 3 anos e meio e 4 anos e meio. Outros pontos e considerações virão em outros artigos, então aguardem =)

 

Qual sua opinião sobre este artigo? Tem alguma dúvida ou sugestão? É só enviar para o e-mail marketing@bvkengenharia.com.br


 

         


Visitas: 1718


Autor:


BVK Engenharia